Lençóis confirma 1.ª ocorrência de gripe A

A diretoria de Saúde de Lençóis Paulista confirmou nessa terça-feira (13) o primeiro caso de gripe A de 2017 no município. A vítima é uma criança de cinco anos, moradora do Jardim Caju, que chegou a ficar internada no Hospital Nossa Senhora da Piedade, mas foi medicada com Tamiflu e teve alta no último dia 8. Um óbito que pode estar relacionado à doença está sendo investigado.

De acordo com a pasta, a vacina é a forma mais segura de se proteger contra as formas graves da doença. Até o dia 8, 12.785 pessoas haviam sido imunizadas contra a gripe A na cidade, o que representa 67% do público prioritário. O diretor de Saúde Ricardo Conti chama a atenção para a baixa adesão sobretudo entre as crianças (38%) e os professores que, neste ano, foram incluídos nos grupos prioritários.

Em Lençóis Paulista, seguindo recomendação do Ministério da Saúde, a vacinação foi prorrogada até 23 de junho. Além dos grupos prioritários (crianças, idosos, pessoas com doenças crônicas, gestantes, puérperas e professores), desde o dia 5 de junho, a vacina está liberada para toda a população em todas as unidades de saúde. Em 2016, a vacinação no município alcançou 80% de cobertura do público alvo.

A DOENÇA

Os sintomas da gripe A são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes. No entanto, requer cuidados especiais a pessoa que apresentar febre alta, acima de 38º, 39º, de início repentino, dor muscular, de cabeça, de garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza, cansaço e inapetência. Em alguns casos, também podem ocorrer vômitos e diarreia.


Os vírus influenza são transmitidos por gotículas expelidas por pessoas infectadas ao tossir ou espirrar ou por objetos contaminados. Existem 3 tipos de vírus influenza: A, B e C. O tipo C causa apenas infecções respiratórias brandas e não está relacionado com epidemias. Os vírus influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o do tipo A responsável pelas grandes pandemias.

Os vírus influenza A são ainda classificados em subtipos. Dentre eles, estão o A(H1N1) e o A(H3N2), que circulam atualmente em humanos e estão presentes no Brasil. Alguns vírus influenza A de origem aviária também podem infectar humanos causando doença grave, como no caso do A(H7N9). No caso da criança de 5 anos com resultado positivo, o subtipo encontrado foi o A (H3N2).

Morte suspeita
A Prefeitura de Lençóis Paulista também investiga o caso de uma mulher de 42 anos, moradora do Jardim das Nações, que morreu no último domingo (11). Ela havia dado entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no sábado, com sintomas de gripe A.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, foi feita a coleta e envio de material para o Instituto Adolfo Lutz, mas os exames ainda não ficaram prontos. Até agora, Lençóis contabiliza um caso positivo da doença, quatro negativos e dois aguardando resultado.

Autor: Web Rádios

Fonte: Fonte : Jornal da Cidade ( Bauru )

Data: 14/06/2017 10:22

Visualizações: 76

PARCEIROS